Dicas oftalmológicas:

Glaucoma canino e felino:
Esta é uma doença que pode afetar a saúde ocular dos nossos pets,caracterizada por a elevação da pressão intra ocular (PIO) que produze degeneração da retina,perda visual, opacidade de córnea, olho vermelho e intensa dor ocular.
Esta patologia é confirmada com a verificação da PIO mediante a tonometria. O tratamentomedicamentoso normalmente e insatisfatório e frustrante, sendo a cirurgia filtrante uma alternativa interessante.

Olho vermelho canino e felino: Esta condição facilmente visualizada por proprietários é um sinal clínico de varias patologias oftalmológicas (úlcera de córnea, uveíte, luxação de cristalino, etc). Por este motivo o pet deve passar por uma avaliação oftalmológica completa paradeterminar um diagnóstico e assim o tratamento específico para cada situação.

Conjuntivite canina: Este sinal clínico freqüentemente visualizado por proprietários decachorros indica uma alteração oftalmológica que como origem não esta localizada na mesmaconjuntiva, assim tratamentos para “conjuntivite” normalmente não resolve o problema. Faça avaliação com oftalmologista para poder fazer o tratamento mais adequado para o seu cachorro.

Conjuntivite felina: apresenta-se em forma discreta nos felino e normalmente associada a agentes virais e bacterianas. Faça avaliação com especialista para definir o melhor tratamento para o seu gato.

Olho seco: patologia muito freqüente em cachorros que se caracteriza por uma diminuição do volume da lágrima e/ou má qualidade dos componentes desta. Normalmente o proprietário observa muita remela, vermelho do olho, opacidade de córnea e muito desconforto ocular. É um relato freqüente que o pet já passou por muitos tratamentos oftalmológicos sem resultados satisfatórios.

Faça avaliação com oftalmologista veterinário.
 
Outras dicas...
 
 
Vacinação: Deve-se iniciar o protocolo de vacinação tanto em caninos e felinos com uma idade de entre 45 a 60 dias. Devem ser aplicadas 2 reforços a cada 21 a 30 dias.

No caso de raças caninas como o Doberman, Rotw e Husky Siberian existe a recomendação internacional de realizar um reforço completando um total de 4 doses de vacinas.

Para animais acima de 6 meses de idade sem vacinas previas recomenda-se primeira dose mais reforço entre 21 a 30 dias.

Vacina anti raiva inicia-se com 6 meses de idade e reforço com 1 ano.

Depois deste período inicial de vacinação o reforço deve ser administrado anualmente.

Antivermes, Anti-parasitários ou Vermífugos: Deve-se iniciar com 14 dias de idade e fazer reforço a cada 3 meses dependendo de vários fatores ambientais. Para mais informações contate o seu veterinário.

Alimentação: Sempre utilize ração especifica para o seu cachorro ou gato, procure adquirir pacotes fechados.
Dúvidas sobre o tipo de ração o marcas consulte com o seu vet.

Oftalmologia: Observe sempre os olhos e pálpebras de seu pet, se perceber alguma mudança de cor, transparência, secreção ou assimetria consulte faça uma consulta com um especialista. Quanto antes o tratamento for iniciado, mais rápidas serão as chances de recuperação e mais satisfatórios os resultados.